terça-feira, 21 de outubro de 2014

No Policlínico Gemelli de Roma: Capela sob o título de São João Paulo II

Amanhã será a primeira memória litúrgica de São João Paulo II, que foi estabelecida pelo Papa Francisco, no dia em que o Pontífice polonês celebrou sua missa de início de Pontificado.
No Policlínico Gemelli de Roma - Capela sob o título de São João Paulo II.jpg
Será também amanhã quando na capela do segundo andar do Policlínico Universitário Agostino Gemelli, se realizará a Missa de dedicação desse lugar de culto a João Paulo II. Durante a Missa será colocada na capela uma relíquia de sangue do Pontífice, custodiada em uma teca de prata.
São João Paulo II foi internado 10 vezes no Policlínico, ao longo de todo seu pontificado. É forte a ligação entre esse centro assistencial e a memória do Santo.
"O testemunho do Pontífice polonês durante suas numerosas hospitalizações deixou uma marca indelével na história e na imagem do Policlínico Gemelli", afirmou Dom Claudio Giuliodori, Assistente eclesiástico geral da Universidade do Sagrado Coração, a qual está unida a instituição de saúde. Dom Giuliodori foi autorizado a celebrar a missa de intitulação pelo Cardeal Agostino Vallini, Vigário do Santo Padre para a Cidade de Roma.
"Com a dedicação da capela e a colocação da relíquia se deseja voltar ainda mais profundo este vínculo [com São João Paulo II], a fim de que seu exemplo em enfrentar a enfermidade e seu ensinamento sobre o valor do sofrimento continue a guiar as atividades da Faculdade de Medicina e Cirurgia da [Universidade] Católica e do Policlínico" continuou Dom Giuliodori. (GPE/EPC)


Conteúdo publicado em gaudiumpress.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário